Este é o blogue de mulheres para mulheres que os homens não vão querer perder!

 

imagem post lançamento

 

Há ideias parvas que nos passam pela cabeça e que nos ficam no coração.

Esta de escrever um blogue terá sido uma das ideias mais parvas que já tive! E o coração vai atrás… E porque o que faço é com o coração fui atrás de quem fosse parvo o suficiente para ouvir a minha parva ideia! Encontrei amigas do coração! E a diversão e partilha já foi tanta que já valeu a pena ter ideias parvas!

Mas, e afinal, é um blogue sobre o quê?

Prometo que haverá parvoeira mas vamos falar de assuntos sérios! Ser mulher não é fácil, não é fácil estar constantemente associada a estereótipos que variam conforme a década, o país ou até o estado da economia.  E diriam os homens “ estas mulheres são é parvas”. Talvez. Mas somos muito mais que “parvas”, e é preciso ser-se mulher para perceber o que quero dizer, e os homens se não fossem parvos até conseguiam entender.

Vamos falar de mulheres reais, aquelas que temos lá em casa, da nossa tia que cozinha divinamente, ou da nossa mãe que não sabe estrelar um ovo, vamos falar daquela super mulher que conhecemos ou da outra mais tímida que prefere não se dar a conhecer. Vamos falar da mulher que tem uma carreira profissional ou da que optou por ficar em casa com os filhos, espera, vamos falar da que tem filhos e também da que não quer ter.

Parece-me que escolhi um assunto fácil, mas na verdade não é fácil falar de mulheres. Somos tão complexas que tantas vezes nem nós nos percebemos. Tentaremos desvendar os mais antigos mistérios da civilização associados ao feminino, mas acima de tudo queremos quebrar com os preconceitos e estereótipos, somos mulheres reais, com tantos defeitos e cada uma com o seu feitio, temos em comum a mesma capacidade para sermos extraordinárias no que fazemos todos os dias.

E a ambiguidade é tanta que conseguimos no mesmo plano ser tanto e ainda mais seriamos se o tempo nos permitisse.

Uma mulher aos nossos olhos será sempre uma mulher forte, uma mulher determinada, com personalidade, que sabe o que quer, que chora com a mesma franqueza que usa para rir, honesta na sua essência, sexy na forma mais natural do seu ser. E que nenhuma mulher nos diga que não consegue, e que nenhum homem nos negue o direito de o ser.

Somos diferentes mas somos Mulheres reais, Mulheres sem filtro, sem nunca deixarmos de ser principalmente e acima de tudo Mulheres!

Sofia Franco

(mulher sem filtro)

 

 

 

 

Anúncios

Heidi Klum e Lidl – DESILUSÃO

No passado mês de setembro chegou a Portugal a colecção da Heidi Klum em parceria com o LIDL, LETSWOW, com roupa que vai dos tamanhos 34 ao 44 e o calçado entre os números 36 e  41. Foi uma loucura, andava tudo deslumbrado. E eu? Não comprei nada! Porquê?

Vamos por partes:

A Heidi Klum é gira e qualquer trapinho lhe fica bem!

O Lidl é fixe e até costuma ter roupa bem gira!

Mas…não é por isso que vamos fechar os olhos e dizer que esta é a melhor colecção de sempre e que tem uma óptima relação qualidade peço.

Atenção, que eu já tenho algumas peças adquiridas no LIDL e das quais gosto muito, portanto, não é de todo preconceito, é mesmo desilusão. Fui vendo o que circulava por aí, aquilo que se prometia em relação à colecção e…nada de novo. Há peças engraçadas, outras nem por isso. Há coisinhas muito em conta, outras não o são de todo.

Apesar de lhe estarmos a chamar “coleção” a verdade é que estiveram nas lojas umas três semanitas…depois puff! Nuuunca mais as vi…

Comecemos pela parte boa e pelas peças de que gostei.

nintchdbpict000350494937-e1504629189151

Estes casacos são muito mas mesmo muito giros e super práticos. Gostei especialmente do que tem padrão. Aliás para mim, é “a peça” da colecção a par do macacão de ganga.

Depois outras há aquelas que também têm a sua piada, como as malas, os bomber jackets, os casacos, mas a sério, nada do outro mundo.

 

nintchdbpict000350494934-e1504627887232

 

damen-blouson-zoom--11

nintchdbpict000350494587-e1504629062657As malas são de pele e à semelhança dos casacos não são assim super baratas…consegue-se melhor noutros sítios.

E os sapatos? A sério Heidizinha?!?Foi o melhor que conseguiste? São engraçados os que têm padrão leopardo com um apontamento azul, mas como ao nível do conforto são zero, nem me atrevo a montá-los.

rr-heidi-klum-shoe

Ah! Aparentemente as botas não chegaram a Portugal, eu pelo menos não as encontrei.

Depois há peças que vos digo que poderiam perfeitamente estar à venda numa loja no Centro Comercial do Martim Moniz que não me chocaria, como os lenços, os tops ou mesmo as calças. Não me venham com tretas, as calças não têm um bom corte, não ficam bem a qualquer pessoa, ou melhor, só ficam bem às amigas da Heidizinha, aquelas loiras, magras com dentes super brancos e um bronzeado lindo o ano inteiro…

nintchdbpict000350494932-e1504637628510

 

121528420-57677f25-c33e-40e4-80cd-d1236c80c4eb

nintchdbpict000350494846-e1504627722789

E pronto, a colecção foi aparentemente um sucesso e porque há pessoas que gostam de seguir as “tendências”,  meio mundo andou nos últimos tempos vestido de igual mas…preparem-se porque em breve haverá mais. Está já a ser preparado o lançamento da colecção LETSCELEBRATE, composta por 11 peças destinadas aos dias festivos. Conseguem aguentar até 4 Dezembro? Eu pelo sim pelo não vou meter um “victan” debaixo da língua…

A avaliar pelas fotos continua tudo muito giro no corpinho da Heidi e das amigas. Vamos ver como fica aqui na Popota!

letscelebrate_lidl_960x560

Não se inibam se não concordarem comigo e partilhem o que compraram desta colecção.

Beijinhos

MB

(sem filtro)

UM DIA MUITO DOCE – FesteJá!

Tenho a sorte de me fazer rodear por pessoas que fazem coisas e me dão a oportunidade de as aplaudir na primeira fila. Foi o que aconteceu este fim de semana.

A minha querida Maa Feliciano organizou o primeiro evento em Portugal dedicado a festas infantis e eu acho que não podia ter corrido melhor o FesteJá, na Estufa Real.

Estava tudo muito bem organizado e com um extremo bom gosto.

bty

O primeiro ponto que achei positivo foi o facto da entrada ser livre e o evento ser destinado a toda a família. Os miúdos podiam usufruir de imensos divertimentos, insufláveis, fantoches, algodão doce, pipocas enquanto se cruzavam com o Ruca e com a Minnie, com a Patrulha Pata ou com o Panda.

O segundo ponto que tenho a destacar foram os workshops também  gratuitos ao longo do dia. Eu assisti a três e valeram muito a pena. O primeiro ficou a cargo da Lusopastas e da formadora Alexandra Caldeira que nos ensinou a fazer uma flor em pasta especifica para esse efeito e ela ensina tão bem que até parece fácil, por isso aproveitei e fiquei também para o workshop de modelagem de bonecos.

Tive também a curiosidade de assistir ao workshop da Mafalda Teixeira que tem um projecto muito giro baseado em alimentação saudável para os mais pequenos (mas que como é óbvio as receitas são aplicáveis a todas as idades e eu aprendi a fazer umas trufas bem deliciosas).

bty

Podia continuar a enumerar as coisas boas que aconteceram e gostava mesmo de poder falar aqui de todos os expositores porque o resultado final do evento foi estupendo, mas não consigo, e se tal como eu têm curiosidade por estas coisas, vejam as imagens e fiquem descansadas porque para o ano haverão pelo menos duas edições e eu prometo avisar atempadamente!

Acho giro aprendermos umas coisas nem que seja para consumo próprio…

Ou simplesmente para sermos mais doces.

MB

Sem Filtro

 

 

Queda de Cabelo – TRATAMENTO

Todos os anos por esta altura tenho queda de cabelo, mas este ano não sei se é do sistema nervoso, está ainda pior. Acho que fiquei mesmo com algumas “peladas”.

mde

Comecei a procurar soluções, a ler um pouco sobre o assunto e acabei por encontrar uma série de produtos da gama LAMBDAPIL da ISDIN que se complementam.

Porquê a ISDIN?

Não, não foi patrocínio. Foi mesmo porque queria uma opção que tivesse a gama completa e não custasse um balúrdio.  Vou fazer este tratamento durante 3 meses e depois dou feedback (se bem que já falei com pessoas que notaram diferenças logo nos primeiros tempos).

Essencialmente este tratamento promete combater a queda de cabelo. Previnir a regressão dos folícolos pilosos e atenuar a secreção sebácea. Estimular o crescimento capilar natural. Proteger contra o stress oxidativo. Regular e equilibrar a actividade hormonal. No fundo, contribuir para a manutenção do cabelo saudável no geral.

Shampoo: É o início de todos os tratamentos e mesmo que não se possa usar mais nada, só um bom shampoo já faz a diferença. Aliás nesta altura do ano (após as férias e com o inicio do Outono) todas deveríamos usar uma shampoo especifico para travar a  queda de cabelo. Este que escolhi, promete não só ajudar a travar a queda como estimular o crescimento capilar, sendo que para mim a grande vantagem, porque tenho o cabelo extremamente oleoso, é o facto de normalizar a secreção sebácea. A embalagem de 200ml custa cerca de 12€.

Loção: Loções ou ampolas são óptimos complementos aos shampos. A Loção que estou a pôr vem em mono doses, não havendo desperdício. Sabemos exactamente a quantidade que devemos utilizar.  Esta fórmula antiqueda está patenteada com melatonina, biotina e gingko biloba para uma ação densificante, protectora, antioxidante e revitalizante. Um ponto extremamente positivo é que coloco à noite e de manhã não fico com o cabelo oleoso como acontece com outras loções. Custa à volta de 40€ e cada embalagem dá para um mês. APLICAR uma mono dose ao deitar durante 5 ou 7 dias por semana.

Na minha escolha pesou o facto da marca afirmar ser o primeiro tratamento de crescimento capilar com melatonina, molécula patenteada.

Suplemento Alimentar: Sou apologista de que todos os tratamentos que possamos fazer só terão efeito se agirmos de dentro para fora. Acho que por muito cuidado que tenhamos com a nossa alimentação, nunca conseguimos ingerir todos os nutrientes que precisamos para cada tipo de problema ou patologia. Li um pouco sobre o assunto e percebi que o que ajuda a fixar o folículo piloso é o zinco e a vitamina B6 e o que promove a vitalidade capilar é a taurina. Este suplemento tem estes componentes e ainda mais alguns como L-cistina e Biotina.

Tomo duas cápsulas por dia. Cada caixa vem preparada para um mês e custa à volta de 30€. Todavia, estes preços de que vos falo variam de farmácia para farmácia, sendo que,  podem ainda tentar pesquisar online algumas promoções.

p2_modul_3_1

Achei útil partilhar a minha opinião, mas espero que não exista por aí muita gente a passar pelo mesmo.

MB

(Sem filtro)

 

 

InBeauty 2017 – MAIS DO MESMO

Fui uma de entre milhares de pessoas que visitaram a V Edição da In Beauty, o maior evento de cosmética, estética, unhas e cabelo. Mas confesso que se este foi o maior evento, não irei a mais nenhum…

Já tinha visitado esta feira noutras edições e a verdade é que das primeiras vezes fiquei deslumbrada, agora  apenas achei mais do mesmo.

Há efectivamente uma vertente muito grande de unhas e cabelo com demonstrações, espectáculos e animação, mas depois aquelas que para mim são as áreas que em Portugal estão a crescer,  maquilhagem e cosmética, não estavam muito bem representadas, ou melhor, haviam alguns (dois ou três) expositores de qualidade, mas em termos de quantidade foi uma desilusão.

bty

Embora seja uma feira aberta ao público e em que habitualmente se conseguem comprar coisas muito em conta, a verdade é que esta edição estava ainda mais voltada para profissionais de estética.

Não acho que tenha ficado a saber mais das tendências para os próximos tempos, mas pelo menos saquei uns brindes e tirei umas fotos parvas!

bty

Ah! E não consegui sequer entrar no stand da Pluricosmética…

Pode ser que para o ano haja mais!

MB

Sem filtro

Ser mãe? Não sei…talvez um dia.

IMG_20170809_110018

Não tenho o sonho de ser mãe. Se acontecer, aconteceu.

Não tenho o chamado instinto maternal e o meu relógio biológico à semelhança da minha idade metabólica deve estar avariado. A minha mãe diz que nunca fui de brincar aos pais e filhos, e que os meus bonecos eram isso, bonecos, numa foram meus “filhos”.

Já percebi que há quem olhe para mim com estranheza e que torça o nariz (devem pensar, que sou incompleta, que me falta um chip qualquer), mas sinceramente, eu vivo bem com isso. Sou eu que mando no corpo, quer dizer, tirando este 10kgs a mais que apareceram sem ser convidados e mais um outro aspecto chato que não controlo, mas de resto, acho que mando na minha vida. Faço as minhas escolhas mediante as opções que tenho. Ser mãe é uma opção. Ir para a faculdade é uma opção. Desistir da faculdade é outra opção. Sou egoísta? E então? Não posso? Temos que todas casar, ter uma casa com jardim, um cão e dois filhos? Ai que bom que era, se fosse assim. Uma vida estável, férias no estrangeiro, os miúdos em colégios privados e com fios de prata ao pescoço.

Quando era mais nova e dizia que não queria ter filhos as pessoas afirmavam com convicção “isso dizes tu agora”, e a coisa ficava por ali. Hoje em dia fazem um ar mais espantado “mas porquê? Tens tanto jeito”. Só respondo: Porque não! E é essa a única resposta que tenho para dar, porque não, porque não tenho motivos concretos. Porque nunca me virei para aí. Porque acho que não preciso de ser mãe para ser mulher. Porque se acontecer, acontecerá e talvez até me safe nesse papel. Mas se não acontecer tudo impecável na mesma. Não sonho com esse momento.

Se calhar a própria vida acabou por me desviar da maternidade. Aos (quase) 33 anos ainda não tenho um emprego estável. Ainda não consegui viajar como queria. Ainda sinto que estou a começar qualquer coisa. Ou se calhar eu é que sou demasiado ponderada e gosto de ter tudo controlado e o meu ficheiro excel já me mostrou que o que sobra no final do mês não dá nem para uma embalagem de fraldas.

Mas uma coisa eu vos prometo, se nos próximos tempos baixar em mim o tal santo ou santa da maternidade não farei nenhum ritual estranho para os afastar e darei a mão à palmatória. Aliás até escrevo qualquer coisa sobre pés inchados, vómitos, enjoos, barriga pesada, mamas gigantes e bexigas hiperactivas. Até lá… continuo feliz e de bem com a vida, na esperança que compreendam esta minha opção mais ou menos assumida.

O importante é que cada pessoa se sinta feliz no seu papel, seja ele qual for, e que se sinta respeitada e compreendida por quem a rodeia.

 

Beijinhos

MB

Sem Filtro

 

Agora sou só isto….”a miúda que se senta aqui todos os dias”…

miuda_8176

Deixei-o  partir.

Por isso  venho aqui , quase todos os dias. Para o sentir. Para o querer. Não me quero esquecer dele,do seu amor por mim, ou do meu amor por ele. Venho porque quero vê-lo chegar na ondulação do rio, esquecendo os tantos rios que nos separam. Porque o cheiro a maresia me faz lembrar de si , porque assim deixo que me toque a pele salpicada pela espuma do rio, molhada pelos seus beijos salgados, como em todas as noites que me enrolava nos seus braços firmes, também eles salpicados pela espuma branca do mar.

Venho porque aqui vejo os barcos, sinto a cidade que é  mais dele que minha. Mas venho principalmente porque aqui sou só eu e o seu silêncio, como se nele encontrasse a voz do seu corpo, a saúde da minha alma.

Aqui a solidão é só minha, não vivo na solidão das pessoas que caminham tristes, apressadas e infelizes por essa cidade feita de espectros sorridentes, de pessoas que não têm tempo para viver, para sentir ou ser.

Aqui sinto. Aqui sou.

Neste lugar que é só meu ,neste quarto de hora que o meu relógio marca sem pressa , neste quarto sem paredes nem tecto.

Olho para o lado de lá, na outra margem , onde  habitam os meus sonhos, onde o vejo também de braços abertos, sorrindo como quem diz, “não precisas de acordar”.

E por pura teimosia venho todos os dias,  como uma droga que me inebria os sentidos, que me deixa indefesa por instantes, sem reacção à vida.

Espero aqui por ele, todos os dias,  pelo dia em que prometeu ser comigo o que nunca foi com mulher nenhuma, ser comigo tudo o que quis ser sendo apenas e somente o amor da minha vida.

Esse amor que me escapou entre os dedos. Que deixei escapar para nunca o tentar prender,para que não me prendesse a mim que sou livre. Era livre. Agora sou só isto. A miúda que se senta aqui todos os dias.

Do “cabaret” para o hotel… sugestão para uma noite “adults only”

imagem mulher restaurante

Já advinhou onde fui? …. Sim!

Sou super fan do Chef Avillez mas por falha minha ainda não tinha experimentado o Beco Cabaret Gourmet.

A oportunidade surgiu quando menos esperava e posso dizer que adorei tudo!

Desde o glamour aliado ao secretismo e claro à excentricidade do espetáculo , adorei tudo! O menu é secreto e dinâmico,  e por isso se decidir experimentar não se fie nas fotos da comida. Se tem alergias como eu pode ficar completamente  tranquilo, os empregados são super atenciosos e vão questioná-lo logo no inicio sobre alergias alimentares e preferências.

E lá fui …. Vamos?

entrada avillez

O espaço é super charmoso e intimista. Esperava um pouco mais do espetáculo em si mas da comida posso dizer que é uma obra de arte. Diverti-me imenso a tentar adivinhar o que era cada prato porque a verdade é que é surpreendente cada alegoria que nos servem à mesa. Nada mas mesmo nada é o que parece, diamantes , rosas ou baton… não se admire se os vir à mesa.

diamantes

Desfrute do jantar, da bebida, do show e principalmente da companhia.  E claro para terminar a noite a dois e a combinar com o clima que tal ser arrojado e ir  passar a noite ( ou só umas horas ) a um motel?  Recomendo o H2On e mais não digo!

Atreva-se…

Sofia Franco

(Sem filtros)

E sobre a politica nacional…. “no more comments”….

850_400_joana-amaral-dias-fb_1506281593

Não gosto de me envolver em politica mas achei esta noticia curiosa. Ou sou mesmo muito feia ou não ando no mesmo metro, comboio ou autocarro que a Joana Amaral Dias. É que apesar do tráfego intenso, nunca desde que andava na faculdade me aconteceu situação semelhante. Zona só para mulheres ? Então eu estou a educar a minha filha a ser o que quiser sem na vida, sem se preocupar com o género   para depois ela ir no metro sentada numa carruagem só para mulheres? Joana, então e as mulheres não assediam outras mulheres? No more coments…

Sofia Franco

( sem filtro)

Reportagem completa e foto em  www.buzztimes.pt

 

 

 

Miguel e Sinatra – Uma história que conheci

 

 

21433046_885990211567326_4755962822665347265_nHá uns meses atrás numa sala de formação conheci uma pessoa que se destacava claramente no meio de todas as outras, havia ali qualquer coisa que a diferenciava.

Passadas algumas horas tive o privilégio de privar com ela e perceber que estava diante de uma mulher à partida igual a qualquer uma de nós, mas que na verdade era muito mais do que eu. Senti-me pequena e fútil quando tivemos que falar sobre os nossos objectivos e o motivo pelo qual estávamos ali.

A Mafalda Faustino Vaz é mulher, esposa, mãe, forte, sincera e dona de um sentido de humor muito próprio. E só uma mulher assim poderia ser uma das protagonistas de uma história tão especial. Enquanto mãe deparou-se com o diagnóstico de um filho autista. Enquanto mulher encarou um diagnóstico, como isso, um diagnóstico, arregaçou as mangas e encontrou no seio da família a solução para que o Miguel fosse mais feliz.

A Mafalda e a família contaram a história, a Mónica Menezes escreveu. Real, sem lamechices, mas com muito amor.  “A história verídica de um exemplo nacional de como é possível ultrapassar dificuldades com um amigo de 4 patas”.

No passado sábado, num evento à altura na Fnac do Colombo o livro foi lançado, eu estive por lá e acreditem que valeu muito a pena.

21697901_10212159522596992_239349029_n

Deixo-vos a sugestão de leitura e se quiserem podem também seguir a página do Sinatra K9, o primeiro cão de assistência de uma criança autista em Portugal . Mas atenção que este não é um livro sobre autismo, é uma história de amor entre uma criança e o seu animal de estimação.

21767549_10212159523277009_78264944_n

Espero que gostem da sugestão…

MB

Sem filtro

 

Alarguem-se os sapatos!

 

aprendendo-andar-de-salto-alto-610x300

Quem nunca precisou de alargar uns sapatos?

Não estou aqui para condenar ninguém, as a verdade é que há uma tendência para comprar sapatos um pouco mais pequenos…ou então ficamos tão entusiasmadas que o pé aumenta 😉

Já me deparei com esta situação e acabei por “googlar” algumas soluções que partilho agora convosco para evitarmos que aqueles meninos lindos fiquem encostados para todo o sempre e possam sair à rua como verdadeiras divas que são.

1 – Comece por descascar duas batatas (e não, não vou lhe vou dar uma receita de bacalhau à brás), depois coloque uma batata em cada sapato e deixe assim por uns dias. Convém que a batata seja de um formato muito parecido com o do interior do sapato para não deformar.

2 – Utilizar uma colher de sopa para pressionar as zonas que estão mais apertadas.

3 –  Utilizar algumas folhas de jornal embebidas em álcool e colocá-las dentro dos sapatos. O álcool ao evaporar e o jornal expande-se, faz pressão sobre o interior do sapato e este alarga ligeiramente.

4 – Calçar os sapatos em casa com 2 pares de meias grossos e passar com o secador por cima durante alguns minutos.

Atenção que estas soluções não são definitivas. Ajudam por exemplo quando temos uma ocasião especial, mas depois a tendência é com o tempo o sapato voltar ao estado inicial.

Vocês, já conheciam estes truques? Têm mais algum?

Contem-me tudo!

Beijinhos

MB

Sem Filtro